novembro de 2017

Vereador Marcos Belitardo apresenta novas proposições para a área da saúde pública

 

Já não é segredo que os pacientes da Unidade Municipal Materno Infantil (UMMI) enfrentam situações críticas quanto à estrutura física deste espaço, tampouco confidencial é o caos que se instala na cidade em épocas chuvosas. Participando de reuniões com moradores para ouvir aos apelos e com alguns vereadores para buscar alternativas de atender aos questionamentos apresentados, o vereador Marcos Gusmão Pontes Belitardo (PHS) em seu pronunciamento durante a sessão ordinária de quarta-feira do último dia 8 de novembro, falou sobre sua indignação quanto à realidade daqueles que precisam utilizar do Sistema Único de Saúde (SUS).

Através de uma indicação, que será encaminhada ao prefeito municipal, o vereador Marcos Belitardo solicitou a manutenção no teto do Complexo de Saúde Doutor Ubirajara Batista Melo e também para a UMMI. Segundo o parlamentar, as épocas chuvosas tendem a piorar algumas estruturas, mas aquelas que já se encontravam na necessidade de reparos, agora estão em condições insustentáveis.

Outra indicação pede que seja efetuada, por meio da atual gestão, a regionalização das farmácias municipais, onde para cada região, seja ela norte, sul, leste, oeste e centro, haja uma disponibilização mais eficaz, ágil e criteriosa de medicamentos. Outro fator a ser considerado, e que foi claramente mencionado pelo parlamentar, é a contratação e reorganização dos profissionais capacitados para atuar em cada uma dessas farmácias.

Ainda na mesma sessão ordinária mais dois requerimentos relacionados à área da saúde pública foram apresentados por Marcos Belitardo, que afirmou serem apenas para buscar informações a fim de sanar as dúvidas existentes e que o vereador tem compartilhado da população.

“A prestação de contas por parte da Prefeitura Municipal e de suas secretarias é importante para o cidadão. Buscar essa informação e apresentar à comunidade é uma das minhas atribuições. Todos querem saber a respeito dos recursos que chegam ao Fundo Municipal de Saúde e como estão sendo repassados e distribuídos esses valores. Cobrar essas explicações também é um meio de cuidar e proteger nossos teixeirenses”, ressaltou o vereador Marcos Belitardo. (Por Milka Morais).

 


Imprimir Facebook Twitter Google