abril de 2017

Vereador Joris propõe transformar povoado em distrito para abrir novas oportunidades para Santo Antônio

 

 

O vereador Joris Bento Xavier, o “Joris de Jel” (PTC) apresentou uma proposição na Câmara Municipal de Teixeira de Freitas, indicando ao prefeito municipal para que encaminhe ao Poder Legislativo, um Projeto de Lei criando o distrito de Santo Antônio, em que transformaria o atual povoamento de Santo Antônio em distrito. O vereador Joris nasceu e mora em Santo Antônio, onde é muito querido pela população. Nas últimas eleições ele foi o segundo mais votado do município com 1.394 votos e já saiu de Santo Antônio eleito com mais de 900 votos.

 

O município de Teixeira de Freitas possui apenas um distrito que é Cachoeira do Mato, que inclusive possui o seu próprio Cartório de Registro Civil. E mais quatro povoados que são Duque de Caxias, Jardim Novo, Vila Marinha e Santo Antônio. Contudo, o povoado de Santo Antônio é um dos povoamentos mais antigos da região e nasceu muito antes do próprio povoamento de Teixeira de Freitas. Santo Antônio está sediado na região norte do município e está a 17 quilômetros da cidade de Teixeira de Freitas, via asfalto.

 

O povoado de Santo Antônio sempre foi rico na produção de leite e corte de gado, na agricultura familiar, cultivo de café e também começa a crescer na horticultura. A sua produção agrícola sempre foi à base da economia da localidade que atualmente forma o maior povoamento em nível populacional e tem o maior eleitorado do interior do município de Teixeira de Freitas.

 

O vereador Joris disse que o seu objetivo de transformar o povoado de Santo Antônio em Distrito é preparar o território da região e melhor organizar a sua economia como forma do distrito melhor contribuir para a organização do território rural e urbano do município de Teixeira de Freitas. Para o parlamentar, a elevação de Santo Antônio ao posto de distrito poderá resultar em uma série de benefícios para a localidade e para os seus moradores.

 

Segundo o vereador Joris, o primeiro deles é a possibilidade de inclusão do lugar em programas específicos em favor dos seus habitantes e do homem do campo. Como a criação do Cartório de Registro Civil pelo Tribunal de Justiça do Estado da Bahia que seria uma instituição de grande relevância para Santo Antônio, responsável pelo registro de nascimentos, casamentos e óbitos, além de oferecer serviços como o de registro e reconhecimento de firma, cópias autenticadas e etc.

 

Além ainda da implantação do Conselho Distrital e a nomeação do administrador distrital, que seria mais um porta voz da população ao longo de uma gestão, podendo pleitear diretamente a administração obras e serviços para a população e muitas outras oportunidades que poderão ser abertas em favor do seu desenvolvimento urbano e rural.

 


Imprimir Facebook Twitter Google