novembro de 2017

Projeto de Lei de Marcílio Goulart autoriza transmissão ao vivo das sessões de licitações da Prefeitura Municipal

 

Está tramitando nas comissões permanentes da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas, desde a sessão ordinária do último dia 14 de novembro, o Projeto de Lei nº 0048, de 13 de novembro de 2017, de autoria do vereador Marcílio Carlos Goulart (PT), que dispõe sobre a obrigatoriedade de divulgação de áudio e vídeo das licitações por parte da Prefeitura Municipal, bem como divulgar o objeto da licitação, empresas participantes e seus prepostos e dá outras providências no concernente ao uso do Facebook e outras mídias sociais.

 O vereador Marcílio Goulart que nas últimas eleições inovou na campanha utilizando a ferramenta “redes sociais” para debater os assuntos e dialogar com as comunidades do município, sabe muito a importância das mídias sociais nos tempos novos que a sociedade brasileira está vivendo. A Câmara Municipal de Teixeira de Freitas foi o primeiro órgão público do sul da Bahia a transmitir ao vivo seus processos licitatórios pela TV Câmara Online e pelas redes sociais que tem servido de exemplo para o resto do Brasil.

 “Apresento este projeto visando autorizar o prefeito municipal a tomar a iniciativa de transmitir as sessões de licitações do município ao vivo pelo Facebook, Instagram, Twitter, portal da Prefeitura e outros meios eletrônicos. O nosso projeto visa ajudar a Prefeitura Municipal a cumprir seu compromisso em fazer uma gestão moderna e transparente. O presidente da Câmara Municipal, vereador Agnaldo da Saúde (PR), tomou esta medida tão logo assumiu a presidência da casa e garantiu a claridade do Poder Legislativo e tem servido de exemplo para o resto do país. Por isso que a nossa proposta é para que a Prefeitura Municipal também faça o mesmo, em nome da economicidade, da razoabilidade e da transparência pública”, alerta Marcílio Goulart.   
Segundo ainda o vereador Marcílio Goulart, o objetivo da ação é dar maior transparência e permitir que os munícipes acompanhem em tempo real os processos licitatórios e com a ação a população também acompanhará a aplicação do dinheiro público. “Nosso maior objetivo é assegurar a transparência na administração pública, até porque, com a transmissão ao vivo as pessoas poderão fiscalizar a aplicação do dinheiro público e todos processos licitatórios, podendo ser acompanhadas pela população no momento em que acontecem”, pontuou o parlamentar. (Por Athylla Borborema).


Imprimir Facebook Twitter Google